[Orações Puritanas] Ainda assim, eu peco

Orações Puritanas - Ainda assim, eu peco

Pai eterno,
Tu és bom além de toda compreensão,
mas eu sou vil, desprezível, miserável, cego.
Meus lábios são ágeis para confessar,
mas meu coração é lento para sentir
e meus caminhos são relutantes a se emendarem.

Eu trago minha alma a Ti;
quebranta-a, fere-a, dobra-a, molda-a.
Revela-me a deformidade do pecado,
para que eu possa odiá-lo, abominá-lo, fugir dele.

Minhas faculdades têm sido uma arma de revolta contra Ti;
como um rebelde, eu tenho usado indevidamente a minha força
para servir o imundo adversário do Teu reino.
Dá-me graça para lamentar minha loucura e insensatez!
Faze-me entender que o caminho dos transgressores é duro,
que veredas malignas são veredas desprezíveis,
que me afastar de Ti é perder todo o bem.

Eu tenho visto a pureza e a beleza da Tua perfeita lei,
a alegria daqueles em cujo coração ela reina,
a serena dignidade do caminho ao qual ela nos chama;
ainda assim, diariamente, eu violo e menosprezo os seus preceitos.
O teu amoroso Espírito contende dentro de mim,
apresenta-me as advertências da Escritura,
fala-me em providências surpreendentes,
atrai-me através de sussurros secretos;
ainda assim, eu escolho astúcias e desejos para a minha própria dor,
impiedosamente me ofendo, me aflijo,
e O incito a abandonar-me.

Por todos esses pecados eu lamento e choro, e por causa deles clamo por perdão.
Produz em mim um arrependimento mais profundo e duradouro!
Da-me a plenitude de uma tristeza piedosa que treme e teme,
mas que sempre confia e ama,
que é sempre poderosa e sempre confiante.
Faze com que, através das lágrimas do arrependimento, eu possa ver mais claramente
o brilho e as glórias da salvadora cruz.

Fonte: BENNET, Arthur (Ed.). The Valley of Vision: A Collection of Puritan Prayers & Devotions. Edinburg, USA: The Banner of Truth Trust, 2009, p. 70.
Tradução: 
Vinícius Silva Pimentel | PreciosoCristo | Original aqui.
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que inclua estes créditos, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Anúncios

[Orações Puritanas] Deus, a Fonte de todo bem

Orações Puritanas - Deus, a Fonte de todo bem

Ó Senhor Deus, que habitas na eternidade,
Os céus declaram a Tua glória,
A terra, as Tuas riquezas,
O universo é o Teu templo;
A Tua presença enche a imensidão,
Contudo do Teu prazer Tu criaste a vida e comunicaste a felicidade;
Tu me fizeste o que eu sou, e me deste o que eu tenho;
Em Ti eu vivo, e me movo, e existo;
A Tua providência pôs os limites da minha habitação,
e sabiamente dirige todos os meus afazeres.

Eu Te agradeço por Tuas riquezas a mim em Jesus,
pela descortinada revelação Dele em Tua Palavra,
onde eu contemplo a Sua Pessoa, caráter, graça, glória
humilhação, sofrimentos, morte e ressurreição;
Concede-me sentir uma necessidade pela Sua contínua presença salvadora,
e clamar com Jó: “Eu sou vil!”,
com Pedro: “Estou perecendo!”,
com o publicano: “Sê misericordioso para comigo, um pecador!”.

Subjuga em mim o amor do pecado,
Faze-me conhecer a necessidade da renovação, assim como do perdão,
a fim de Te servir e Te desfrutar para sempre.

Eu venho a Ti no todo-prevalecente nome de Jesus,
com nada propriamente meu para reivindicar,
nenhuma obra, nenhuma dignidade, nenhuma promessa.

Muitas vezes, eu ando desgarrado,
muitas vezes, oponho-me deliberadamente à Tua autoridade,
muitas vezes, abuso da Tua bondade.
Muito da minha culpa provém dos meus privilégios religiosos,
meu pouco apreço por eles,
minha falha em usá-los em meu benefício,
Mas eu não sou negligente para com o Teu favor nem indiferente à Tua glória;
Impressiona-me profundamente com um senso da Tua onipresença,
de que Tu estás em redor da minha vereda, dos meus caminhos,
do meu deitar, do meu fim.

Fonte: BENNET, Arthur (Ed.). The Valley of Vision: A Collection of Puritan Prayers & Devotions. Edinburg, USA: The Banner of Truth Trust, 2009, p. 5.
Tradução: 
Vinícius Silva Pimentel | PreciosoCristo | Original aqui.
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que inclua estes créditos, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

[Orações Puritanas] A Trindade

Orações Puritanas - A Trindade

Três em Um, Um em Três, Deus da minha salvação,
Eu Te adoro como único Ser, única Essência,
único Deus em três Pessoas distintas,
por trazeres pecadores ao Teu conhecimento e ao Teu reino.

Ó Pai, Tu me amaste e enviaste Jesus para me redimir;
Ó Jesus, Tu me amaste e assumiste a minha natureza,
verteste o Teu próprio sangue para arrancar os meus pecados,
cumpriste a justiça para cobrir a minha desonra;
Ó Espírito Santo, Tu me amaste e entraste em meu coração,
lá implantaste a vida eterna,
revelaste a mim as glórias de Jesus.

Três Pessoas e único Deus, eu Te bendigo e Te louvo,
por amor tão imerecido, tão indizível, tão maravilhoso,
tão poderoso para salvar os perdidos e elevá-los à glória.

Ó Pai, eu Te agradeço porque em plenitude de graça
Tu me deste a Jesus,
para ser Sua ovelha, joia, porção;
Ó Jesus, eu Te agradeço porque em plenitude de graça
Tu me aceitaste, me esposaste, me amarraste a Ti;
Ó Espírito Santo, eu Te agradeço porque em plenitude de graça
Tu revelaste Jesus como minha salvação,
implantaste fé dentro de mim,
conquistaste meu coração resistente,
fizeste-me um com Ele para sempre.

Ó Pai, Tu estás entronizado para ouvir minhas orações,
Ó Jesus, Tua mão está estendida para receber minhas petições,
Ó Espírito Santo, Tu estás pronto a me ajudar em minhas fraquezas,
a mostrar minha necessidade, a prover palavras, a orar dentro de mim,
a me fortalecer de modo que eu não desfaleça em minhas súplicas.

Ó Deus Triúno, que comandas o universo,
Tu me ordenaste pedir por essas coisas
concernentes ao Teu reino e à minha alma.
Faze-me viver e orar como alguém batizado no tríplice Nome. 

Fonte: BENNET, Arthur (Ed.). The Valley of Vision: A Collection of Puritan Prayers & Devotions. Edinburg, USA: The Banner of Truth Trust, 2009, p. 3.
Tradução: 
Vinícius Silva Pimentel | PreciosoCristo | Original aqui.
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que inclua estes créditos, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

[Orações Puritanas] O Vale da Visão

Orações Puritanas - O Vale da Visão

Senhor, sublime e santo, humilde e manso,
Tu me trouxeste ao vale da visão,
onde eu vivo nas profundezas, porém vejo a Ti nas alturas;
cercado por montanhas de pecado, eu contemplo a Tua glória.

Faze-me aprender, por paradoxo,
que o caminho para baixo é o caminho para o alto,
que ser menor é ser maior,
que o coração quebrantado é o coração curado,
que o espírito contrito é o espírito alegre,
que a alma arrependida é a alma vitoriosa,
que não ter nada é possuir tudo,
que levar a cruz é portar a coroa,
que o vale é o lugar da visão.

Senhor, durante o dia podem-se ver as estrelas do mais profundo abismo,
e, quanto mais profundo o abismo, mais forte brilham as Tuas estrelas;

Faze-me encontrar a Tua luz na minha escuridão,
a Tua vida na minha morte,
a Tua alegria na minha tristeza,
a Tua graça no meu pecado,
as Tuas riquezas na minha pobreza,
a Tua glória no meu vale.

Fonte: BENNET, Arthur (Ed.). The Valley of Vision: A Collection of Puritan Prayers & Devotions. Edinburg, USA: The Banner of Truth Trust, 2009, p. XV.
Tradução: 
Voltemos ao Evangelho (Vinícius S. Pimentel) | Publicação original aqui.
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que inclua estes créditos, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.