Os melhores links cristãos do mês (Maio/2012)

Todo mês, nós do PreciosoCristo selecionamos e indicamos alguns dos melhores textos e vídeos (ou qualquer outro conteúdo) publicados em sites cristãos. Acessem estes links, visitem estes sites e sejam edificados!

Atenção: O fato de incluirmos o texto de um site neste espaço não significa que endossamos todo o conteúdo do site no qual ele foi publicado.

Links cristãos do mês

Tedd Tripp, Como não transformar seus filhos em pequenos fariseus
No iPródigo, em 07 de maio de 2012.

“O problema da hipocrisia é maior em lares  que enfatizam o comportamento ao invés do coração. Se o foco da disciplina e da correção é a mudança de comportamento, você perderá o coração. Essa abordagem faz com que o problema esteja no que eu faço, não no que eu sou. De acordo com a Bíblia, o problema que temos é mais profundo que isso. O problema não está no que eu e você ou seus filhos fazem de errado. O problema não é que nós / eles mentem ou invejam, ou desobedecem. O problema é que você, seus filhos e eu somos mentirosos, invejosos; somos desobedientes.”

Kelly Flanagan, Casamento é para perdedores
No iPródigo, em 09 de maio de 2012.

“[…] No casamento, perder é deixar de tentar consertar tudo no seu parceiro, ouvir sobre suas dores com um coração que sofre junto, não que busca uma solução. É ser mais presente nos momentos difíceis do que nos bons momentos. É descobrir formas de ser humilde e aberto, mesmo quando todo seu ser te diz que você está certo e ela está errada. É fazer o que é certo e bom pelo seu cônjuge, mesmo quando as grandes coisas da vida precisam ser sacrificadas, como o trabalho, um relacionamento ou um ego. É perdoar, pronta, rápida e voluntariamente. É eliminar da sua vida tudo que te impede de cuidar, ajudar e servir, mesmo as coisas que você ama. É buscar a paz ao aceitar os costumes saudáveis, mas irritantes, do seu parceiro porque, se você se lembrar, foram essas coisas que te fizeram se apaixonar no começo. É saber que o seu cônjuge nunca vai te entender completamente, nunca vai te amar incondicionalmente – porque eles também são criaturas caídas como você – e, mesmo assim, amá-los até o fim.”

David Murray, 4 razões para se lembrar do seu Criador na juventude
No AME Cristo, em 10 de maio de 2012.

Nosso inimigo diz, ‘Prazer quando jovem, negócios quando adulto, religião quando velho.’ A Bíblia diz, ‘Quando jovem, adulto, e velho para o Criador.’ Mas como é especialmente na juventude que somos inclinados (determinados?) a esquecer do Criador, é especialmente nesses anos que devemos trabalhar para nos lembrarmos Dele (Eclesiastes 12:1). Lembre-se de que Ele te fez, que Ele te supre, que Ele cuida de ti, que Ele te vê, que Ele te controla; e lembre-se que Ele é o único que pode salvá-lo. Isso é muito para se lembrar, mas é muito mais fácil de memorizar quando se está jovem!”

Wyatt Graham, Vencendo a estagnação espiritual
No iPródigo, em 10 de maio de 2012.

“Uma sala escura que tenha um cheiro ruim, próximo a podridão. Sozinho aqui, sua mente vagueia em nenhum e em todos os lugares ao mesmo tempo. Um sentimento de medo, solidão ou um calafrio. Um sentimento de sucção em seu intestino como se você estivesse com fome, mas você não tem certeza. Poderia ser apenas ansiedade. Tudo isso aconteceu por uma experiência aguda de separação de Deus. Uma espécie de ansiedade espiritual. Os puritanos descrevem esse sentimento com a expressão ‘a noite escura da alma.’ Eles sabiam muito bem sobre o mal da depressão espiritual. Estagnação espiritual é um problema que vai bombardear todos em um ponto ou outro. Depressão, medo e ansiedade brotam, porque nos sentimos ‘separados’ de Deus, da graça. Sentimo-nos sozinhos, pecaminosos, sujos e mal-amados ou talvez sem amor.”

Hernandes Dias Lopes; Mãe, uma mestra do bem (Dia das Mães)
No Voltemos ao Evangelho, em 13 de maio de 2012.

“Hoje é o dia das mães e, queremos homenagear essas mestras do bem. Queremos falar do seu papel e do seu valor como educadoras, como rainha do lar, como a guarda das fontes. É claro que existem mães omissas, mães insensatas, mães sem amor natural, que induzem seus filhos ao erro. Nosso foco, entretanto, é ressaltar o papel da mãe cristã, que é exemplo para os filhos, que ora por eles e os educa com firmeza e doçura, transmitindo-lhes as sagradas letras. Há muitas mães dignas de destaque na Bíblia e na história. Há muitas mães merecedoras dos nossos maiores encômios também em nosso meio, porém, destacarei três mães da Bíblia. Vamos aprender com elas.”

Augustus Nicodemus Lopes, O batismo com o Espírito Santo
No O Tempora, O Mores!, em 14 de maio de 2012.

“Este é um dos assuntos que dividiram as igrejas na década de 60 com o movimento de renovação espiritual, e que continua despertando debates, discussões e polêmicas. Aqui apresento uma perspectiva reformada do batismo com o Espírito, analisando as principais passagens da Bíblia relacionadas, desde o Antigo Testamento até o Novo.”

PRIMEIRA PARTE: A PROMESSA DO ESPÍRITO NO ANTIGO TESTAMENTO

SEGUNDA PARTE: A PROMESSA DO ESPÍRITO NO NOVO TESTAMENTO

C.H. Spurgeon, A Espada do Espírito
No Projeto Spurgeon, em 17 de maio de 2012.

“Ser um cristão é ser um guerreiro. O bom soldado de Cristo não deve esperar tranquilidade neste mundo – ele é um campo de batalha! Nem deve ele se apoiar na amizade com o mundo, pois isso seria inimizade contra Deus. Sua ocupação é a guerra. Enquanto ele põe, peça por peça, a armadura que lhe foi dada, ele deve sabiamente dizer a si mesmo: Isso me avisa do perigo; isso me prepara para a batalha; isso profetiza oposição.”


Sermão pregado na manhã de Domingo, 19 de abril de 1891 por Charles Haddon Spurgeon, no Tabernáculo Metropolitano, Newington, Londres.

John Piper, Carta sobre o destino de quem não ouviu o evangelho
No iPródigo, em 18 de maio de 2012.

Carta a uma garota de 12 anos sobre o destino eterno daqueles que não ouviram o evangelho.
Querida Sarah,
você perguntou o que acontece com as pessoas que vivem distantes do evangelho, nunca ouviram sobre Jesus e morrem sem crer nele. Aqui está o que eu acho que a Bíblia ensina. Deus sempre pune as pessoas por conta do que elas sabem e deixam de acreditar. Em outras palavras, ninguém será condenado por não crer em Jesus se nunca ouviram sobre Jesus.Isso significa que as pessoas serão salvas e vão para o céu se nunca ouviram sobre Jesus? Não, não é isso que Deus nos diz na Bíblia.”

Augustus Nicodemus Lopes. Deus, prosperidade e trabalho
No O Tempora, O Mores!, em 18 de maio de 2012.

“A prosperidade financeira obedece a normas, regras e métodos estabelecidos. Por outro lado, da perspectiva bíblica, a prosperidade é um dom de Deus. É ele quem concede saúde, oportunidades, inteligência, e tudo o mais que é necessário para o sucesso financeiro. E isso, sem distinção de pessoas quanto ao que crêem e quanto ao que contribuem financeiramente para as comunidades às quais pertencem. Deus faz com que a chuva caia e o sol nasça para todos, justos e injustos, crentes e descrentes, conforme Jesus ensinou (Mateus 5:45). Não é possível, de acordo com a tradição reformada, estabelecer uma relação constante de causa e efeito entre contribuições, pagamento de dízimos e ofertas e mesmo a religiosidade, com a prosperidade financeira. Várias passagens da Bíblia ensinam os crentes a não terem inveja dos ímpios que prosperam, pois cedo ou tarde haverão de ser punidos por suas impiedades, aqui ou no mundo vindouro.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s