Conselhos para os jovens reformados: Conclusão

Vinícius S. Pimentel

(Vejam o índice na Introdução.)

Semana da Reforma Protestante 2011

Conclusão

Como eu disse, irmãos, sinto-me profundamente feliz e agraciado por fazer parte dessa significativa multidão de jovens crentes que se interessa pela teologia reformada. Eu creio, de todo o meu coração, que a expressividade com que um cristão caminha neste mundo depende, antes de tudo, do seu conhecimento de Deus, o qual nos é concedido pela meditação diligente nas Escrituras. Portanto, o interesse dos jovens pelo estudo da teologia e da herança espiritual deixada pelos nossos irmãos do passado representa, a meu ver, um passo significativo na direção de um testemunho cristão mais vigoroso. A minha sincera esperança e oração ao Senhor é esta: que este grupo de “jovens reformados” torne-se, enfim, um grupo de crentes maduros, santificados, experimentados na fé, cheios do Espírito Santo e dotados de um testemunho irrepreensível, diante do qual o mundo se renderá e glorificará o nosso Deus e Pai.

Entretanto, como nós percebemos ao longo desta série de conselhos, existem desafios imensos a serem enfrentados para que estes jovens reformados avancem até a perfeita varonilidade. É verdade que os obstáculos aqui mencionados se apresentam diante de todo cristão que deseja de fato seguir o Senhor; contudo, verificamos que eles acometem com frequência os calvinistas e, numa intensidade ainda maior, os jovens calvinistas. Poderíamos ter falado sobre muitos outros, mas acredito que, ao longo desta Semana da Reforma, conseguimos abordar uma variedade significativa de perigos que rondam os jovens reformados, a saber:

  • o perigo de dedicarem-se demasiadamente a questões secundárias, ao invés de focarem Cristo e o Evangelho;
  • o perigo de serem meros “bajuladores do Evangelho”, ao invés de serem pregadores vigorosos do Evangelho;
  • o perigo de tornarem-se acadêmicos ininteligíveis, ao invés de comunicadores claros e efetivos da mensagem de Deus;
  • o perigo de relaxarem com a doutrina da eleição, ao invés de perseguirem diligentemente a santidade;
  • o perigo de gastarem tempo excessivo em blogs, sites e mídias sociais, ao invés de dedicarem-se à oração;
  • e o perigo de menosprezarem a igreja local, ao invés de aceitarem com alegria o “jugo suave” da comunhão cristã.

Como nós devemos lidar com obstáculos tão significativos? A Palavra de Deus nos ordena, por um lado, a sermos vigilantes quanto às armadilhas de satanás e esforçados no crescimento em graça. Por outro lado, as mesmas Escrituras nos ensinam a confiar inteiramente no Deus que nos chamou, pois Ele mesmo cuidará para que a Sua obra em nós seja completada. É Ele quem opera em nós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade (Filipenses 2.13). É Ele quem nos guarda de tropeços e assegura que seremos apresentados com exultação, imaculados diante da sua glória (Judas 24). Como diz a Escritura:

O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará. (1Tessalonicenses 5.23-24)

Portanto, podemos marchar confiantes na direção do alvo, sabedores de que o nosso Deus soberano não falha; Ele haverá de transformar a nós, jovens reformados, em crentes que refletem de maneira fidedigna e vigorosa a imagem do Seu Filho, para a Sua própria glória.

Por: Vinícius Silva Pimentel | PreciosoCristo | Original aqui.
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que inclua estes créditos, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s